Flamengo rende aumento de 76% na arrecadação da Ferj

DINHEIRO FC: Por Igor Siqueira

A Ferj publicou nesta quinta-feira o balanço financeiro de 2019, no qual registrou um superávit de R$ 2 milhões. Esse valor foi alcançado após a entidade obter uma receita operacional de R$ 31,6 milhões na temporada. No exercício anterior, o superávit da Ferj foi de R$ 403 mil.

O item que mais cresceu em relação a 2018 foi bilheteria/renda de jogos, com o qual a Ferj ganhou R$ 9,6 milhões. No ano em que o Flamengo encheu o Maracanã, sendo campeão da Libertadores e do Brasileirão, a Ferj arrecadou 76% a mais do que em 2018 com taxas da receita bruta de ingressos. No exercício anterior, a receita das partidas para a entidade ficou em R$ 5,4 milhões.

Rubens Lopes e Rodolfo Landim - Foto: Marcelo Cortes
No próprio balanço, a Ferj explica que a receita proveniente de bilheteria refere-se a 10% da arrecadação bruta em jogos fora do estado do Rio. Das partidas em solo fluminense, a Ferj arrecada 5%.

Em termos de representatividade nas receitas, a verba de bilheteria só perde para os direitos televisivos e comerciais. Em 2019, a Ferj embolsou R$ 11,9 milhões. Houve uma ligeira queda em relação a 2018, quando a entidade embolsou R$ 12,5 milhões neste item.

Aprovada pelos clubes por unanimidade, a prestação de contas da Ferj mostra que a entidade, em números absolutos, ampliou seu papel como credora dos filiados. A entidade fechou 2019 com R$ 17,3 milhões a serem recebidos dos clubes. Em 2018, o montante estava em R$ 15,3 milhões.

O item que mais cresceu em relação a 2018 foi bilheteria/renda de jogos, com o qual a Ferj ganhou R$ 9,6 milhões.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget