Há 10 anos, Flamengo vencia o Corinthians pela Libertadores

UOL: O enredo por si só já colocava o duelo Flamengo x Corinthians como um dos mais importantes da história. Pela primeira vez, os times de maiores torcidas do país se enfrentariam em um mata-mata de Libertadores. O jogo ainda aconteceria no Maracanã. Havia ainda outro ingrediente: Adriano e Ronaldo atuariam como adversários como nunca tinha acontecido. Todo esse encontro completa dez anos hoje (28).

Tanto Adriano quanto Ronaldo já não estavam no auge das formas física e técnica àquela altura, mas a expectativa era alta, sobretudo pelo desempenho deles na temporada anterior. O Imperador havia levado o Flamengo ao título brasileiro, enquanto o Fenômeno brilhara nas conquistas corintianas do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil.

Foto: Divulgação
Naquele 28 de abril, foi Adriano quem levou a melhor. Em um jogo muito prejudicado pela chuva e as condições do gramado do Maracanã, o Flamengo derrotou o Corinthians por 1 a 0, gol de pênalti marcado por Adriano, aos 20 minutos do segundo tempo.

Ronaldo, com ainda menos brilho de Adriano, deixou o campo sob vaias da torcida do Flamengo, a maioria dos 72 mil presentes ao estádio. Os rubro-negros estavam na bronca com o atacante corintiano, que preteriu o time carioca no fim de 2008 ao acertar com o clube paulista.

A atuação de Ronaldo ainda contribuiu para aumentar a seca de gols do atacante no Maracanã. O jogo marcado pelo embate com Adriano era a quarta partida do Fenômeno no estádio. Ele passou em branco em todas elas, seja com Cruzeiro (1993), seleção brasileira (1998) e o próprio Corinthians (2009).

A vitória do Flamengo, que era treinado por Rogério Lourenço, substituto de Andrade, tornou-se fundamental para a classificação rubro-negra às quartas de final da Libertadores. Uma semana depois, Ronaldo foi às redes no confronto do Pacaembu, mas viu o Corinthians ser eliminado, mesmo vencendo por 2 a 1. Os cariocas avançaram pelo gol marcado fora de casa, com Vagner Love.

O Flamengo, entretanto, não conseguiu avançar mais na Libertadores. O time foi eliminado pela Universidad de Chile na fase seguinte. O Corinthians, por sua vez, passou em branco no ano do seu centenário. A equipe de Mano Menezes ficou com a terceira posição do Campeonato Brasileiro.

No ano seguinte, Ronaldo se despediu dos gramados no começo de fevereiro. No mês seguinte, o Corinthians acertou a contratação de Adriano, que pouco brilhou, embora tenha feito o gol da vitória contra o Atlético-MG, na reta final do Brasileirão vencido pelo time paulista. Em março de 2012, o atacante rescindiu o contrato com o clube alvinegro.

Adriano e Ronaldo atuariam como adversários como nunca tinha acontecido. Todo esse encontro completa dez anos hoje (28).

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget