Landim, Bolzan e Galiotte representarão os clubes na Globo

MÁQUINA DO ESPORTE: Após horas de reunião na tarde desta segunda-feira (27), os 20 clubes que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiram se unir para tentar impedir a Globo de reduzir os pagamentos aos clubes referentes ao contrato de transmissão do torneio. No último domingo (26), a emissora enviou uma carta aos clubes propondo uma redução entre abril e junho no valor a ser pago referente à cota da TV aberta. Em julho, o pagamento voltaria ao normal.

Segundo apurou a Máquina do Esporte, a reunião foi marcada por uma revolta de boa parte dos dirigentes, que consideraram o pedido da Globo inconsequente, já que foi feito no domingo com um pedido de resposta até terça-feira. Os clubes decidiram se unir à CBF para debater o tema, já que a entidade também é quem negocia com a Globo os direitos de transmissão da Copa do Brasil, que também teve redução no pagamento das cotas, já que o campeonato está suspenso.

Foto: Divulgação
Após o encontro por videoconferência, decidiu-se que os presidentes Rodolfo Landim (Flamengo), Romildo Bolzan (Grêmio) e Mauricio Galiotte (Palmeiras) irão junto com um representante da CBF dialogar diretamente com a Globo.

A decisão inédita de reduzir a apenas três clubes o diálogo com a emissora tem relação direta, também, com o status financeiro de quem irá conversar com a emissora. Flamengo, Grêmio e Palmeiras são os clubes com melhor saúde financeira do país atualmente. O caso será tratado diretamente pelos presidentes das três agremiações. A CBF também representará as equipes da Copa do Brasil.

Estrangulados financeiramente pela pausa do futebol, os clubes tinham na receita da Globo pelos direitos do Brasileirão a tábua de salvação neste período. Até março, a emissora pagou integralmente os cerca de R$ 2 milhões ao mês previstos em contrato. Agora, a proposta seria reduzir o valor, que já seria menor, para R$ 400 mil mensais de abril até junho. Os clubes tentarão reverter essa decisão.

A discussão com a Globo, porém, promete ser tensa. Recentemente, Flamengo e Palmeiras peitaram a emissora em negociações pelos direitos do Campeonato Carioca de 2020 e do Brasileirão 2019, respectivamente. O clube carioca, inclusive, acionou a emissora na Justiça por se sentir prejudicado em exposição na TV aberta durante o último Brasileirão, em que acabou campeão, mas teve a maioria das partidas exibidas pelo pay-per-view. Já o Palmeiras peitou a Globo em 2019 e chegou a ter cinco rodadas do Brasileirão sem transmissão de suas partidas pela emissora.


Recentemente, Flamengo e Palmeiras peitaram a emissora em negociações pelos direitos do Campeonato Carioca.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget