Mauro: Jorge Jesus terá que diminuir pedida para ficar no Fla

UOL: Com o futebol parado devido à pandemia do novo coronavírus, o Flamengo ainda tem para resolver a renovação de contrato do técnico Jorge Jesus. O clube já apresentou uma proposta de aumento antes mesmo de o treinador deixar o Brasil rumo a Portugal, mas a alta do euro pode complicar a saúde financeira do Rubro-Negro.

No podcast Posse de Bola #30, o jornalista Mauro Cezar Pereira explica que antes mesmo da alta do euro o Flamengo já pretendia ter um valor base para que nem o clube e nem o técnico saíssem prejudicados com uma variação cambial.

Foto: Divukgação
"A questão do Jesus agora é o euro. O euro disparou mais ainda, mas isso já se falava antes. O que eles queriam acertar com o Jesus antes mesmo dessa confusão toda é um limite para o euro. Por exemplo, euro a R$ 4,40, que lá atrás era isso, entre R$ 4,00 e R$ 4,40. Se o euro despencar, você não vai ganhar menos do que R$ 4,00 como indexador, mas se disparar, não pode passar de R$ 4,40. É só um exemplo", explica Mauro.

"Só que agora está em R$ 6 e lá vai fumaça. Então, não tem como. Mas o Jesus vai ter que, evidentemente, para ficar no Flamengo, ceder. O clube não vai ter condição de oferecer para ele aquilo que ele pedia lá atras, ainda mais tendo o euro para medir aí o quanto ele vai ganhar. É impossível. Se ele insistir nisso, ele não vai poder ficar. Não tem condição", completa o jornalista.

Ele explica que antes mesmo da alta do euro o Flamengo já pretendia ter um valor base para que nem o clube e nem o técnico saíssem prejudicados.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget