'Até o poderoso Flamengo tá com dificuldades', diz VP do Botafogo

BLOG DO ALEXANDRE PRAETZEL: O Botafogo vive uma situação financeira muito difícil e as coisas podem piorar, com a pandemia do CoronaVírus. A diretoria gostaria de um adiamento do Governo Federal para pagamentos de impostos e a manutenção no ProFut.

O blog entrevistou Carlos Eduardo Pereira, ex-presidente e hoje vice-presidente do Clube. Na conversa exclusiva, CEP avaliou o momento complicado da instituição, a ideia de Clube/Empresa, futebol, Yaya Touré e a rivalidade com o Flamengo.

Foto: Divulgação
Como o Botafogo pretende se manter pós pandemia?

O mundo inteiro terá dificuldades. Muitas empresas pedindo recuperação judicial. A gente vê grandes equipes com salários atrasados e o problema não é exclusivo do Botafogo. Acho que o Governo está pensando em dar uma folga a alguns setores e deveria pensar no futebol, também. A questão do Profut deveria ser revista, com o fim dos descontos das prestações, com adiamento e fôlego para pagar. Os clubes estão sem receitas e fica impossível sobreviver. É um círculo vicioso e vai haver um grande acordo para tudo voltar à normalidade em conjunto. Até o “poderoso”(Flamengo) está com dificuldades.

Botafogo precisa de um mecenas para virar clube-empresa?

Não, não precisa de mecenas. Botafogo passou desta fase. O que acontece é que o Botafogo tem um lado vulnerável que são as contas cíveis. De 2014 a 2017, conseguimos voltar ao Ato trabalhista, de onde o Botafogo tinha sido expulso por sonegações de informações. Ali, concentramos todas as ações trabalhistas e levantamos as penhoras. Fomos à Procuradoria e acertamos nossa situação e o retorno ao ProFut. Só que existe uma onda de ações cíveis que não temos como ordenar. As penhoras são pedidas por vários juízes ao mesmo tempo e simultaneamente. Cada um concede uma penhora e você não tem como fugir disso. Aí, sua receita ficou toda retida e não consegue pagar jogadores e funcionários. O desbloqueio disso leva até três meses. O passado do Botafogo vem de forma violenta e você não tem receita para pagar o presente. Isso é incontrolável com as contas vindo de forma violenta e pesada. Então, você fica sem ter como se defender. Ou você arca com seu presente ou consegue dinheiro novo, vendendo jogador, tendo premiações ou renegociando contratos com patrocinadores. A questão da S.A. é uma operação onde você vai atrair capital de fora, cedendo o departamento de futebol por um determinado tempo para um ou mais investidores, com respeito e subordinação ao estatuto do Botafogo e esses recursos serão tratados de forma à parte do restante do clube. Um percentual dos royalties irá pagar as dívidas do Botafogo e poderemos ter um time forte. Ao final de um prazo ainda indefinido, o departamento de futebol voltará ao controle do Botafogo. Os investidores podem ser estrangeiros e que entendam o mercado esportivo. Agora, acredito no Botafogo. Não acho que a S.A. seja a última bala, o Botafogo não vai fechar.

A vinda do Honda foi um passo largo do Botafogo, na realidade atual?

Olha, acho que o Honda foi um episódio bacana que motivou a torcida e vamos torcer para que ele possa ser a estrela que vai guiar nossa equipe para melhores momentos. Foi uma possibilidade. Em 2017, tentei isso com o Montillo, mas infelizmente não tive muita sorte. Vamos torcer para o Honda ser a grande estrela da companhia.

E o Yaya Touré, que acertou com o Vasco, desistiu, também estava nos planos do Botafogo?

Eu acho que esse cara é um tremendo 171. Tem que deixar esse cara lá. Ele não quer vir e, de repente, estava querendo surfar uma onda para voltar a ser cogitado. Sem dúvida, Botafogo e Vasco são grandes equipes do futebol mundial. Aí, eles se aproveitam disso para ver se atraem grandes times. Ele é muito rico, mora numa mansão gigantesca em Londres. A esposa dele parece que não tem o menor interesse em vir para o Brasil. Acho que ele curtiu um pouco com a imprensa e nunca teve vontade de vir.

O Flamengo é inimigo do Botafogo? Por que tanta bronca?

Na minha gestão, vivi isso e fui acusado de não criar um ambiente colaborativo. O problema é que as coisas não são possíveis com o clube da Lagoa. Não faz parte do planejamento deles, a cooperação entre os quatro grandes do Rio de Janeiro. Isso eu vejo como algo essencial. Grande clube nenhum existe sem os outros três. Isso é básico, fundamental. O Estado precisa dos quatro fortes para gerar o produto clássico. Infelizmente, não se consegue essa mentalidade. Os clubes de SP deram uma belíssima demonstração de que pensam em conjunto, de forma uníssona. Nós não podemos deixar o nosso produto campeonato ser contaminado pela política. Botafogo tem uma postura da preservação da saúde dos seus atletas e torcedores. Essa disputa de quem vai começar a treinar ou não, ora, não vamos aceitar essa pressão. O Rio de Janeiro não está pronto para voltar. Ficar se xingando, não cabe ao presidente do Flamengo ficar se referindo ao Botafogo. Levaram muito Olé, jogadores que vieram de lá e deram certo no Botafogo, Zico não podia ver o Botafogo, isso marcou o Flamengo. O potencial de um clube hoje, se é maior do que os outros, isso não o faz melhor do que os outros. Se eles entendem que estão muito adiante dos outros, tem alguma coisa errada, não é por excesso de competência e sim por um determinado momento, esse clube recebeu muito mais de um contrato de TV, em relação aos outros. Se o Botafogo tivesse recebido os R$ 500 milhões que o Flamengo recebeu, estaria com a casa arrumadinha, sem dificuldades.

Lateral Marcinho vai para o Flamengo?

Espero que não. Um garoto muito bom, tem potencial muito grande, demonstrou amor ao Botafogo e confio muito que ele vá continuar. É só uma questão de diálogo para tentar chegar a um bom acerto. Ele foi campeão Sub-20, em 2016 e termina o contrato no fim do ano.

O Botafogo está disputando o Campeonato Carioca e a Copa do Brasil. A diretoria e o técnico Paulo Autuori não colocam prazo para o time voltar aos trabalhos.

Carlos Eduardo Pereira avaliou o momento complicado da instituição, a ideia de Clube/Empresa, futebol, Yaya Touré e a rivalidade com o Flamengo.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget