Athirson rasga elogios ao trabalho de Jorge Jesus no Flamengo

LANCE: Convidado do 'De casa com o LANCE!' desta segunda, o ex-jogador Athirson falou sobre ser ídolo e inspiração para as próximas gerações. Ele também comentou sobre ser referência para Filipe Luís, atual titular da lateral-esquerda do Flamengo.

Além disso, o ex-atleta destacou o trabalho do técnico português Jorge Jesus no Rubro-Negro, elogiou o potencial de Renan Lodi, do Atlético de Madrid, e o apontou como futuro sucessor no lado esquerdo da seleção brasileira. Confira as respostas do ídolo do Flamengo abaixo.

Inspiração para o Filipe Luís

Foto: Divulgação
- É um legado que deixamos no futebol. É isso que a gente busca como ídolo, se tornar uma referência e trazer pessoas que se espelhem em você. Também já tive o meu ídolo. Na base atuava como meia e me inspirava no Zico, mas quando comecei a atuar na lateral comecei a ter o Leonardo como referência - disse Athirson, e em seguida completou.

- Um jogo que marcou muito foi um contra o Figueirense e o Filipe Luís jogava lá na base. Ele queria muito me ver jogar. E eu joguei muito aquele jogo e chamei a atenção. Depois do jogo nós tiramos fotos e nos conhecemos. Isso marcou uma marca bacana na trajetória dele e se tornou um grande nome da posição, dentro e fora de campo. Esse legado que nós deixamos é maravilhoso.

Jorge Jesus

- A intensidade de jogo que ele implementou, tanto com a bola quanto sem. A marcação em pressão alta e diminuir o espaço do adversário. Quando tem a posse criar amplitude e variedade no setor ofensivo, sem posicionamento fixo, com os jogadores flutuando e jogando com liberdade. Você fica com seis ou até sete jogadores no campo ofensivo. Eu gosto dele porque ele não fica só com a posse de bola, ele verticaliza o jogo em certos momentos, mesmo em jogos com adversário fechados. O Flamengo conseguiu achar isso muito bem.

Jogador mais difícil de marcar

- Edmundo. Ele era animal.

Melhor jogador que já trabalhou

- Zidane. Apesar de gostar de muitos jogadores como Alex, Romário, Bebeto, Ronaldinho Gaúcho e Ronaldo Fenômeno, mas Zidane era diferente. Ele sempre foi muito líder de grupo, agregador.

Jogador mais resenha

- Denílson sempre foi muito engraçado. Amaral, apesar de não ter jogado com ele, na resenha ele é engraçado.

Melhor lateral-esquerdo da atualidade

- Eu gosto muito do (Renan) Lodi. Ele está começando a aparecer no nível da Seleção Brasileira. Tem potencial para ser sucessor de Marcelo e Filipe Luís, que já estão caminhando para o fim de carreira.

Ele ainda elogiou o potencial de Renan Lodi, do Atlético de Madrid, e o apontou como futuro sucessor no lado esquerdo da seleção brasileira.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget