Bandeira diz que nunca recebeu pedido de interdição do Ninho

HASHTAG RUBRO-NEGRO: Por Renato Senna

O Hashtag Rubro-Negro teve acesso exclusivo ao depoimento concedido por Eduardo Bandeira de Mello à Polícia Civil do Rio de Janeiro em abril de 2019, sobre o incêndio que matou dez jovens jogadores das categorias de base do clube. No documento, o ex-presidente afirma que as obras no Ninho do Urubu eram de responsabilidade da Diretoria de Meios e que acompanhava de longe as melhorias feitas no CT.

A diretoria citada pelo ex-presidente é um braço administrativo e financeiro do CEO do clube, função ocupada por Fred Luz entre 2014 e 2018. A Diretoria de Meios foi ocupada por Paulo Dutra até 2017, quando foi substituído por Marcio Garotti.

Foto: Divulgação
De acordo com o depoimento de Bandeira, “competia à diretoria adjunta de Patrimônio [ocupada por Marcelo Sá durante o segundo mandato] o acompanhamento dos acréscimos de patrimônio que estavam sendo executados tanto na Gávea quando no CT, ou seja, as obras estruturantes que eram realizadas”.

Assim como o ex-presidente, Marcelo Sá também foi indiciado pela Polícia Civil por homicídio com dolo eventual (quando se assume o risco de matar) em junho de 2019, junto com outras seis pessoas. Na ocasião, o Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro não abriu denúncia e pediu mais investigações à Polícia Civil. Até o momento, não houve conclusão do inquérito.

Bandeira não foi notificado sobre interdição
Em seu depoimento, Eduardo Bandeira de Mello afirmou que, durante a extensão de seu mandato como presidente, não tomou conhecimento de nenhum auto de infração, nem do edital de interdição emitido pela Prefeitura do Rio de Janeiro, em outubro de 2017.

O ex-presidente também alegou que o conhecimento de licenças de obras, alvarás e certificados de bombeiros não competia a ele e não soube dizer por que as notificações das 31 multas aplicadas pela Prefeitura entre outubro de 2017 e dezembro de 2018 não lhe foram passadas por seus subordinados.

O dirigente ainda afirmou no depoimento que “não tinha razão para imaginar qualquer irregularidade na construção dos CTs do clube, pois durante todo o processo manteve contato com o alto escalão da administração municipal do Rio de Janeiro, que inclusive enviou representantes nas inaugurações das obras do CT2 [em novembro de 2018], e que por esse motivo acredita que poderia ter sido informado diretamente acerca de qualquer irregularidade”.

Alojamentos da base e contêineres
Eduardo Bandeira de Mello também falou sobre as condições do alojamento das categorias de base do clube. O ex-presidente disse que “não teve conhecimento de quando houve a migração dos atletas da base para os alojamentos em módulos habitacionais [contêineres]”.

Em relação às condições de estrutura, o dirigente afirmou que as instalações do Ninho do Urubu eram precárias quando assumiu a presidência, em 2013, e foram realizadas diversas melhorias no contêineres que abrigavam as instalações do futebol, como alojamentos, refeitórios e a criação de um Centro de Excelência e Performance.

Ele também explicou que, em 2016, o clube inaugurou o CT1 e os atletas da base herdaram as instalações usadas pelo futebol profissional até então.

Bandeira também confirmou que já havia visitado o centro de performance, mas nunca entrou no alojamento da base. No depoimento, ele também negou ter “conhecimento do deslocamento de instalações de lugar, como aconteceu com o centro de excelência e performance da base”.

Ex-presidente “só assinava” contratos dos contêineres
Eduardo Bandeira de Mello também admitiu que assinou todos os contratos com a NHJ (empresa que alugava dos contêineres para o Flamengo) “por imposição estatutária”. O ex-presidente apenas assinava os contratos, que antes passavam pela apreciação dos departamentos financeiro e jurídico e já chegavam prontos ao dirigente.

Ele também admitiu que assinou todos os contratos com a NHJ (empresa que alugava dos contêineres para o Flamengo) “por imposição estatutária”.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget