"Flamengo era especialista em péssimos negócios", diz Tabet

TORCEDORES: Por Willian Ferreira

Antonio Tabet, ex-vice-presidente de Comunicação do Flamengo, relembrou uma situação pouco conhecida. Luis Suárez, atualmente centroavante do Barcelona, poderia ter jogado no clube rubro-negro. A insólita negociação, porém, não foi concretizada por conta de Andrade, então olheiro da equipe. A lembrança foi feita em Live no canal Arnaldo e Tironi, mantido pelos jornalistas Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi no Youtube.

Antes da revelação em si, o trio fez um compilado de negociações curiosas envolvendo o clube nas décadas de 1990 e 2000.

“O Flamengo, durante muito tempo, foi especialista em péssimos negócios”, resumiu Tabet.

Foto: Gilvan de Souza
Em determinado momento, Tabet relembra a recusa do técnico em contratar o Pistolero.

“O Andrade, glorioso Andrade, meio de campo eterno do Flamengo, vetou a vinda do Luis Suárez para o Flamengo. Tinha lá um perna-de-pau qualquer e ele falou que, igual a esse, já temos aqui”, falou o profissional, não deixando de saudar o então profissional rubro-negro.

Um espectador da Live relembrou o atleta em questão. Trata-se de Vinícius Pachego, revelado pelo Flamengo em 2004. Tabet fez piada com a situação.

“Isso é uma cena clássica da cabine do Silvio Santos. “Você aceita trocar o Vinícius Pacheco pelo Luis Suárez? Não!”, e o torcedor em casa se mata cortando os pulsos”, brincou.

Outros lados

Luciano Silva, goleiro que jogou com Luis Suárez no Groningen, revelou que o Pistolero tinha vontade de jogar no Flamengo.

“Falaram para o Luis antes do jogo que um olheiro do Flamengo estaria observando, que era o Andrade, um dos maiores ídolos do clube, e que ele queria levá-lo. Só que o Luis ficou louco com isso e disse que não conseguiu jogar nada. Ficou muito nervoso, se atrapalhou todo e fez uma partida terrível, porque era muito novo na época”, declarou em entrevista à ESPN, em março de 2020. Tabet, portanto, tinha razão.

O próprio Andrade confirmou a situação relatada por Tabet.

“Quando o jogador é muito novo, ele tem altos e baixos. E acho que eu dei azar, peguei o Suárez em um momento em que não estava muito bem. Vi dois jogos dele, e, realmente ele não foi bem”, declarou ao Esporte Interativo em 2017.

Em determinado momento, Tabet relembra a recusa do técnico Andrade em contratar Luis Suárez.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget