Marcão: "Carreira do Gerson começou quando foi pro Flamengo"

COLUNA DO FLA: Pai e empresário de Gerson, Marcão foi entrevistado no canal do jornalista Venê Casagrande, no YouTube, nesta quinta-feira (14). Dentre os assuntos, o agente destacou a força do Flamengo para fechar a contratação do filho e surpreendeu ao afirmar que a carreira do jogador começou na data em que chegou ao clube da Gávea.

– Com todo respeito a todas as outras agremiações, mas eu acho que a carreira do Gerson começou quando ele foi para o Flamengo. Hoje, ele está conseguindo mostrar o jogador que sempre esteve dentro dele. Não adianta chegar e falar para mim que ele não se adaptou ao futebol italiano, não é isso. A grande situação é passar para esse atleta o que já está dentro dele, mas passando com tranquilidade, clareza.

Foto: Alexandre Vidal
Marcão não deixou de pontuar outros fatores que fizeram com que Gerson tivesse sucesso com a camisa rubro-negra. O pai do volante citou a “estrutura espetacular” do clube, a qualidade do elenco e até o fato do filho ser flamenguista desde pequeno.

– No momento em que ele chega no Flamengo, isso se junta à parte do Gerson ser flamenguista, à estrutura espetacular desse clube, além desse elenco maravilhoso, em que um ajuda o outro. Ele ainda não chegou ao melhor dele, ainda tem muito o que aprender e mostrar. Eu estou muito feliz com a oportunidade que o Flamengo está dando para o Gerson -, afirmou.

Tite, técnico da seleção brasileira, anunciou no dia 06 de março a lista de convocados para os primeiros jogos das Eliminatórias, e a ausência de Gerson chamou a atenção. O volante do Flamengo ficou de fora até mesmo da seleção olímpica. Marcão, porém, afirmou não ter qualquer problema com a CBF.

– Não tivemos problema nenhum com a CBF. Foi uma situação normal, a Seleção já tinha uma base de convocação. Isso não quer dizer que teve uma briga com o coordenador, com o treinador… Não teve nada disso. Foi uma escolha feita naquele momento -, disse Marcão, em entrevista concedida na última quinta-feira (14).

– Terão outras convocações. Com o Gerson trabalhando, estando bem, desempenhando o seu papel, com certeza ele será observado pela seleção brasileira e será convocado -, completou Marcão.

Os números de Gerson podem reforçar as declarações do pai do jogador. Desde que chegou ao Flamengo, em julho de 2019, o volante participou de 45 jogos e marcou quatro gols. Dois deles foram assinalados na final da Recopa Sul-Americana, contra o Independiente del Valle, do Equador. O camisa 8 brilhou na partida, e o Rubro-Negro faturou o título do torneio.

Seu pai surpreendeu ao afirmar que a carreira do jogador começou na data em que chegou ao clube da Gávea.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget