Médico do Flamengo rechaça envolvimento político com Bolsonaro

O GLOBO: Por Diogo Dantas

Chefe do Departamento Médico do Flamengo, Dr. Márcio Tannure, se defendeu das críticas após encontrar o Presidente da República, Jair Bolsonaro, na última terça-feira. Em live realizada no Instagram, nesta quinta, ele afirmou que o encontro não teve pretensões políticas e visava melhorias para o esporte.

- Eu, como médico, com a posição que tenho, situações institucionais onde brigo pelo esporte, pela saúde, independentemente de quem seja, de quem esteja lá, é uma das minhas obrigações e as pessoas confundem isso. Para mim é uma honra, independentemente, de quem seja, eu ser convidado por um presidente para que eu possa apresentar estratégias que a gente vem fazendo, de melhorias para a volta do esporte com segurança. Eu tenho que me sentir orgulhoso disso. Independentemente de quem seja. Estou trabalhando pelo esporte - afirmou o Dr. Tannure, antes de seguir:

Foto: Gilvan de Souza
- Eu não estou fazendo política. Estou servindo à população, ao esporte. Qualquer outro presidente que lá estivesse e me convidasse eu iria. Isso é uma situação apolítica. Estou brigando pelo esporte, pelo retorno, pela saúde, pela manutenção da saúde. Infelizmente muitas pessoas confundem isso. O mundo hoje está dessa maneira. Politizado e polarizado. Se não tivesse, talvez já tivéssemos saído dessa situação, infelizmente. Temos que nos unir para sair dessa - completou.

Na ocasião, os presidentes do Flamengo, Rodolfo Landim, e do Vasco, Alexandre Campello, almoçaram com Bolsonaro para tratar do retorno do futebol e a possibilidade dos treinamentos acontecerem no Estádio Mané Garrincha. Houve o pedido para que o Ministério da Saúde crie um protocolo para volta dos jogos, tendo a Bundesliga como exemplo.

Na comitiva do Flamengo, além de Landim, esteve presente o diretor de relações governamentais, Aleksander Santos, e o coordenador médico Márcio Tannure. O senador Flávio Bolsonaro, o ator Mário Frias e o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, também participaram do encontro.

A aproximação de Flamengo e Vasco com o Governo Federal tem o objetivo de fortalecer a ideia da volta aos treinos e jogos. Bolsonaro foi presenteado com a nova camisa 2 do rubro-negro, lançada na última semana, e posou com ela para foto.

O médico do Flamengo afirmou que o encontro não teve pretensões políticas e visava melhorias para o esporte.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget