A juiz, Flamengo presta defesa e chama ação da Globo de abusiva

O DIA: Por Venê Casagrande

Um dia após a Rede Globo entrar com um pedido judicial pedindo tutela antecipada para impedir que o Flamengo venda jogos do Campeonato Carioca para qualquer outra rede de televisão. O Rubro-negro se pronunciou respondendo a emissora. Por meio dos seus advogados, a equipe carioca chamou o pedido da emissora de "abusivo", ressaltou que não houve um acordo do Fla com a Rede Globo e voltou a ressaltar o seu posicionamento com base na MP recente do presidente Jair Bolsonaro, que segundo o clube carioca "estabeleceu disposições importantes no contexto da pandemia, dentre eles, o de conferir aos clubes mandantes dos jogos o direito de negociar a sua transmissão. Portanto, seu direito tem suporte legal e contratual (no caso, por não estar vinculado ao contrato celebrado entre Globo e Ferj).

Foto: Divulgação
A emissora contesta a finalidade da MP assinada pelo presidente Jair Bolsonaro. De acordo com a Globo, ela foi feita com o objetivo de "atender a um pedido específico do Clube de Regatas do Flamengo que pretende, com a polêmica retomada do Campeonato Carioca de Futebol, poder transmitir e televisionar seus jogos.

Isso porque, já nos próximos dias, será realizada partida entre o Flamengo e o clube Boavista, cujo mando de campo pertence ao Flamengo, que já declarou, através do seu Presidente, que vai ceder a terceiros os direitos de transmissão dessa partida ou transmiti-la pelo canal do clube no Youtube, a FlaTV".

A Rede Globo entende que o Flamengo não tem direito de utilizar a nova MP em competições, cujo os direitos já foram estabelecidos pelos clubes.

A Rede Globo entende que o Flamengo não tem direito de utilizar a nova MP em competições, cujo os direitos já foram estabelecidos pelos clubes.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget