Com Jorge Jesus, Flamengo renova confiança por mais títulos

UOL: Leo Burlá

A renovação do contrato de Jorge Jesus por mais um ano trouxe alívio aos dirigentes do Flamengo e também uma injeção extra de confiança de que o clube viverá uma temporada tão vitoriosa quanto a do ano passado.

Desde o fim de 2019, a meta da cúpula era manter o elenco campeão e trazer peças de alto nível. O primeiro passo foi a contratação em definitivo de Gabigol, que recebeu ainda as companhias de Michael, Pedro Rocha, Gustavo Henrique, Pedro, Léo Pereira e Thiago Maia.

Jorge Jesus e  Landim, presidente do Flamengo - Foto: Alexandre Vidal
Passadas as longas negociações com a Inter de Milão pelo camisa 9, as atenções se voltaram para o Mister. Com o final feliz, o clube crê que tem um grupo encorpado e ainda mais forte para brigar por tudo. Se considerado o time titular que venceu o Campeonato Brasileiro e a Libertadores, a única baixa foi Pablo Marí, emprestado ao Arsenal.

"Essa renovação passa também pelo acerto do clube no ano passado. Ele e sua comissão trabalham muito no dia a dia. O Jesus já era um técnico super campeão, veio para o Brasil mostrar com contundência seu trabalho. Vida que segue, vamos ver se conseguimos os mesmos resultados. Mesmo com dois títulos já ganhos [Recopa Sul-Americana e Supercopa do Brasil], a gente acha que vai ter mais surpresas para a torcida do Flamengo", disse o vice de futebol Marcos Braz, à "FlaTV".

O "fico" do português foi sacramentado após novela que se desenrolou por meses. Com a explosão da Covid-19, o Flamengo teve de readequar seu orçamento, e a pedida inicial do treinador caiu muito. Após esta indefinição, a permanência foi festejada como um gol na Gávea.

"Estamos todos do clube muito felizes. O planejamento depois de um ano mágico era manter a estrutura toda, o elenco e o Mister. É uma felicidade enorme seguir o planejamento. O que nos une é a vontade de vencer a todo custo, isso está no DNA do Flamengo, e o Mister representa esse DNA", acrescentou o diretor Bruno Spindel.

Com os cintos mais apertados por conta da crise mundial, o Flamengo entende que há necessidade de mínimos ajustes em seu grupo, mas dificilmente o clube fará um investimento que demande muitos recursos. Dos jogadores considerados imprescindíveis, Diego Alves tem contrato a vencer no fim do ano e receberá uma oferta. O meia Diego também terá seu vínculo encerrado em dezembro.

Desde o fim de 2019, a meta da cúpula era manter o elenco campeão e trazer peças de alto nível.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget