Da Vigilância à Conmebol: Protocolo do Flamengo é exemplo

ESPORTE NEWS MUNDO: Por Heitor Olimpio

O Flamengo vem recebendo elogios ao seu protocolo sanitário, de retorno as atividades no Centro de Treinamento (CT), Ninho do Urubu e o último agora foi a Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro, em vistoria nesta manhã de terça-feira (18).

Nestes 36 dias, o Esporte News Mundo relembra alguns pontos que fazem o protocolo do Flamengo, que começou a ser desenvolvido em março, chamar a atenção positivamente da Vigilância à Commebol.

Fachada do Ninho do Urubu, CT do Flamengo - Foto: Alexandre Vidal
Testes semanalmente

O Clube desta volta no 27 de março, vem realizando testes semanalmente com jogadores, comissão técnica e funcionários que estão participando diariamente das atividades no CT.

Medida Restritiva

O Flamengo diminuiu em 80% o estafe no Ninho e proibiu temporariamente o uso do refeitório e a academia (as atividades estão sendo feitas ao ar livre).

Parceria

O clube fez uma parceria com hospital privado para atendimento das pessoas no Ninho. Além disso, o Flamengo também passou a pagar plano de saúde para os funcionários que não tinham o benefício.

Investimento em equipamentos

No intuito de melhorar ainda mais a estrutura do CT que já contava com um pequeno laboratório de bioquímica com aparelhos em UTI e CTI. O Fla comprou equipamentos para medir a temperatura e uma máquina europeia de “limpeza” e esterilização de quem passa por ela.

Conhecido pelo excelente trabalho, Departamento Médico do Flamengo chegou a mais uma conquista recentemente. Chefe da equipe médica do clube, Dr. Márcio Tannure foi escolhido em decisão unânime e receberá a Medalha e Diploma Professor Genival Veloso de França, concedida pela Sociedade Brasileira de Direito Médico e Bioética (Anadem). A solenidade será em setembro, em Brasília.

A Commebol já havia elogiado as medidas adotados pelo Departamento Médico do clube. Na última terça-feira, foi a fez da Vigilância aprovar o protocolo. Com alguns apontamentos referente a estrutura do Ninho, mas sem restrições para o seu funcionamento.

A visita do órgão sanitário atende ao decreto 47.539, da prefeitura do Rio que estipulou que seja feita vistorias nos centro de treinamento antes do reinício do Campeonato Carioca. Além do Flamengo, a Vigilância Sanitária também fez visitas a outros seis CTs, nesta terça-feira. O órgão sanitário enviará um relatório sobre as visitas.

A FERJ confirmou, na última terça-feira, para o dia 1° de julho, o próximo confronto do Flamengo e Boavista, válido pelo Campeonato Carioca, no Maracanã.

O clube fez uma parceria com hospital privado para atendimento das pessoas no Ninho.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget