Flamengo já embolsou R$ 15,66 milhões em premiações em 2020

LANCE: Matheus Dantas

Os impactos financeiros da crise causada pela pandemia do coronavírus, a qual paralisou o futebol brasileiro desde março, ainda não podem ser medidos com precisão. Sem jogar há 85 dias, o Flamengo, por exemplo, viu as receitas com o programa de sócio-torcedor caírem, assim como a arrecadação com bilheteria. Para o presidente Rodolfo Landim, repetir o desempenho esportivo de 2019, quando conquistou o Brasileirão e Libertadores, pode ser a solução financeira.

- A gente terá impacto na receita esse ano, ela pode ser minimizada se tivermos um ano como o de 2019. Se ganhar a Copa do Brasil, que tem uma premiação elevada, e a Libertadores isso reduz o impacto para nós - disse Landim, à Band.

Foto: Alexandre Vidal
Em 2020, a equipe de Jorge Jesus manteve o ritmo, conquistando a Supercopa do Brasil, a Recopa Sul-Americana e a Taça Guanabara. Assim, o Fla arrecadou R$ 15 milhões e 658 mil com "participação, exposição e performance" no primeiro trimestre, conforme divulgado no balanço demonstrativo do clube.

Na defesa do título da Série A do Brasileirão, o Flamengo disputará o título nacional atrás do troféu e dos R$ 31,7 milhões que será pago pela CBF ao campeão em 2020, de acordo com o Blog do Rodrigo Mattos, do portal "UOL".

Campeão da Libertadores em 2019, o Flamengo também buscará o tri da América nesta temporada. Se Jorge Jesus, Gabigol & Cia alcançarem o feito histórico, a campanha da fase de grupos até a final renderá 22,5 milhões de dólares, cerca de R$ 111,9 milhões de acordo com a cotação desta sexta-feira.

Entrando nas oitavas de final da Copa do Brasil - por estar na disputa da Copa Libertadores -, o Flamengo tem a possibilidade de faturar R$ 66,9 milhões se conquistar o tetracampeonato da Copa, impulsionando a receita da temporada.

Além disso, ao avançar nas competições mata-matas, o Flamengo pode garantir outras receitas. A da bilheteria é uma incerteza, uma vez que não há, no momento, certeza sobre o retorno das torcidas aos estádios brasileiros por conta da pandemia da Covid-19 no Brasil, que vitimou mais de 34 mil pessoas.

Para Rodolfo Landim, repetir o desempenho esportivo de 2019, quando conquistou o Brasileirão e Libertadores, pode ser a solução financeira.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget