Grupo de sócios do Flamengo saem em defesa de Paparazzo RN

URUBU INTERATIVO: Um grupo de 81 sócios do Flamengo assinou, nesta segunda-feira, uma representação contra Gabriel Reis, youtuber conhecido como Paparazzo Rubro-Negro. Eles pediam a saída dele do conselho e do quadro social do clube após acusações contra o ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello em seu canal, que, segundo os sócios, não são verdadeiras.

Durante um debate com o jornalista Thiago Asmar, do canal “Pilhado”, sobre a MP 984, o mesmo divulgou no canal do paparazzo, a informação de que Bandeira chegou a um acordo com a TV Globo pelos direitos de transmissão dos jogos do Flamengo pela Internet sem a aprovação dos membros do conselho.

Foto: Divulgação
No entanto, após votação, 125 membros foram a favor do Youtuber e soltaram uma nota a imprensa sobre o ocorrido:

NOTA DE APOIO AO SR. GABRIEL REIS

Nós, Sócios do Clube de Regatas do Flamengo, abaixo-assinados, viemos a público manifestar nosso apoio e solidariedade ao Sr. Gabriel Reis, popularmente conhecido como Paparazzo Rubro-Negro, que está sendo alvo de uma medida oportunista e desproporcional por parte de um grupo político, cujos interesses demonstram ser o de proteger um ex-presidente controverso, ao invés dos interesses do Flamengo.

O Sr. Gabriel Reis é Sócio-Proprietário, ativo defensor da instituição, tendo inclusive se licenciado de sua posição como membro nato do Conselho Deliberativo, a fim de que pudesse exercer seu trabalho como jornalista, bem como youtuber, agindo com ética, transparência, retidão e, sobretudo, independência.

Os apoiadores incondicionais do ex-presidente, ao utilizarem o Estatuto do Clube para solicitar a exclusão de um associado, pelo fato de ele ter informado a respeito de uma suposta assinatura de contrato de direitos de transmissão, que teria sido feita sem cumprir os trâmites normais, abrem um precedente perigoso e, a nosso sentir, persecutório.

O Estado Democrático de Direito prevê a liberdade de imprensa, expressão e o direito à informação. Nesse sentido, o Sr. Gabriel Reis apenas noticiou fato que foi comentado por terceiros a respeito de eventual ação administrativa de ex-presidente, abrindo, inclusive, espaço em seu canal no YouTube, para que tanto o ex-presidente quanto o atual pudessem esclarecer as dúvidas a respeito do tema.

Caso o ex-presidente tenha se sentido atingido em sua honra e moral, pode, por sua própria conta, pleitear tutela jurisdicional que entenda justa e adequada, a fim de que seja reparado em sua honra. Porém, utilizar um grupo político para tergiversar a interpretação do Estatuto e buscar expulsar o Sr. Gabriel Reis do quadro social, como se na Gávea reinasse a imposição de um pensamento único, não é o caminho correto e, dessa forma, não será aceito de maneira passiva.

O Flamengo é plural, amplo, democrático e diverso. Já esteve sob risco em gestões anteriores quando sofreu revezes financeiros e desportivos, mas, em nenhum momento desses, nem mesmo quando seus representantes o utilizaram para catapultar suas carreiras político-partidárias pessoais, houve perseguições a quem pensasse diferente, nem exclusão do quadro social.

O Flamengo existe em função de tantos que vieram antes de nós e muitos outros que ainda virão. Rubro-Negro não abandona ninguém que defende suas cores de maneira honrada e digna.

Respeitamos nosso passado glorioso e sobretudo as pessoas que dedicam suas vidas, ideias e trabalho, para fazer com que cada todo torcedor do Flamengo, por mais distante que esteja, seja considerado como parte fundamental dessa história vitoriosa que completará no mês de novembro 125 anos.

Procurado pela equipe do site Urubu Interativo, Gabriel respondeu:

“Fico muito feliz que tenham pessoas justas, que viram a verdade e que pensaram em defender quem nada fez de errado. Até publiquei no Twitter um versículo do Salmo 125. Os que confiam no Senhor são como o monte Sião, que não se pode abalar, mas permanece para sempre”.

Alguns pediam a saída dele do conselho e do quadro social do clube após acusações contra o ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello.

Postar um comentário

[facebook]

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget